São Paulo

Daniel Alves do São Paulo volta a jogar mal e vive o pior momento no clube

Após retornar de cirurgia no braço direito, no dia 26 de setembro, o camisa 10 vem apresentando um futebol bem abaixo do esperado e deixou de ser o jogador decisivo ...

Por Redação

há 1 mês


Daniel Alves do São Paulo volta a jogar mal e vive o pior momento no clube
Fotos: Rubens Chiri e Paulo Pinto / saopaulofc.net


Após retornar de cirurgia no braço direito, no dia 26 de setembro, o camisa 10 vem apresentando um futebol bem abaixo do esperado e deixou de ser o jogador decisivo do começo da temporada.

Na partida deste domingo, diante do Fortaleza, pela Copa do Brasil, ele foi o segundo jogador que mais errou passes: 13 vezes. Foi superado apenas por Reinaldo, com 19 erros.

A seca de gols é outra amostra de como o jogador deixou de ser protagonista. A última vez em que ele marcou foi no dia 13 de agosto, há mais de dois meses, em vitória sobre o Fortaleza pela segunda rodada do Brasileirão.

De lá para cá, foram 13 partidas disputadas. Com seis gols no ano, ele é um dos artilheiros do elenco. Fica atrás de Brenner (11 gols) e Pablo (9 gols).

Esta é a segunda pior sequência sem gols de Daniel Alves com a camisa do São Paulo. Em 2019, ele passou 14 partidas sem marcar.

Um dos fatores que pode contribuir para essa queda de Daniel Alves, 37 anos, é o acúmulo de jogos. No período de um mês, desde que retornou da lesão, o camisa 10 disputou nove partidas – média de praticamente um jogo a cada três dias.

Nestes jogos, ele foi substituído apenas uma vez. Na última rodada da Libertadores, o meia saiu aos 20 minutos do segundo tempo. Nas demais partidas, participou dos 90 minutos.

Outro ponto que pode ser debatido sobre o momento de Daniel Alves é sua função dentro de campo. Lateral-direito de ofício, o jogador tem atuado como meia sob o comando de Fernando Diniz.

Seu melhor momento na função foi quando atuou como segundo volante, tendo a companhia de Tchê Tchê como primeiro volante. Durante a temporada, porém, o São Paulo sofreu inúmeras transformações em seu modo de jogar, e Daniel Alves também teve que se adaptar.

As críticas de torcedores sobre o jogador cresceram muito nos últimos dias. Alguns mais exigentes pedem a ida de Daniel Alves para a reserva. Não há, no entanto, nenhuma movimentação da comissão técnica para que isso ocorra. Mesmo em baixa, ele tem muito prestígio e é importante por sua experiência e liderança.

Na próxima quarta-feira, às 19h15, pela segunda fase da Copa Sul-Americana, diante do Lanús, o camisa 10 deve ter mais uma chance de se redimir e mostrar que o investimento em sua contratação foi válido pelo São Paulo.

 
Outras noticias do São Paulo

  São Paulo tem sorte nos pênaultis e elimina Fortaleza da Copa do Brasil